Bubbles limpas

APNEIA DO SONO

marca.cesar.castellan.pneumologista.png

O QUE É APNEIA DO SONO?

 

A Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS) é um conjunto de sintomas que decorrem de paradas respiratórias curtas durante a noite. Apnéia significa ausência de respiraçăo. Para o ar chegar aos pulmőes, ele precisa passar pelas vias aéreas. Alguns pacientes apresentam uma obstrução parcial ou total das vias aéreas superiores durante o sono, dificultando a passagem de ar. Com isso, a quantidade de oxigênio no sangue pode reduzir a tal ponto que estimula o cérebro a enviar um sinal para que o paciente acorde, causando os chamados microdespertares, que às vezes são imperceptíveis. Mesmo sem perceber, o sono fica fragmentado, não atinge a fase do sono reparador, e isso pode trazer consequências importantes e justificar vários sintomas apresentados pelo paciente.

QUAIS SÃO OS SINTOMAS PRINCIPAIS DE APNEIA DO SONO?

Os principais sintomas săo roncos noturnos, apnéias presenciadas (em geral, o paciente não percebe as apnéias, sendo estas presenciadas pelo esposo, esposa ou familiar) e hipersonolência diurna (sono excessivo durante o dia). As pausas na respiraçăo podem ser seguidas de engasgos ou sensaçăo de sufocamento. Os pacientes também podem apresentar cansaço, desânimo, dor de cabeça, dificuldade de concentração, alteraçőes do humor e picos de pressão arterial elevada. 

apneia-do-sono2.jpg

COMO É FEITO O DIAGNÓSTICO DE APNEIA DO SONO?

O diagnóstico é feito a partir de informaçőes da história clínica, exame físico e resultados de exames que registram a respiraçăo durante o sono, detectando os momentos em que ocorrem as apnéias, a frequência e a sua intensidade. Esse exame é chamado de polissonografia.

 

QUAL É O TRATAMENTO PARA APNEIA DO SONO?

 

O tratamento pode englobar medidas comportamentais simples como emagrecer, retornando ao Índice de Massa Corporal e peso próximos do ideal, não ingerir bebidas alcoólicas à noite, evitar uso de certas medicações para dormir (como benzodiazepínicos) e evitar dormir na posição em que  a apneia preferencialmente ocorre (em geral, em decúbito dorsal, ou seja de barriga para cima). Entretanto, o melhor tratamento ainda é a utilização de CPAP  que são aparelhos que enviam ar sob alto fluxo e com pressão positiva para dentro dos pulmões através de uma máscara que pode ser acoplada no nariz ou boca e nariz, impedindo a obstrução da via aérea. Com isso, ocorre melhora das apneias e da oxigenação do sangue, pois não permite a interrupção da passagem de ar durante o sono. Se o paciente apresentar algum problema anatômico na face (nariz, queixo, mandíbula, arcada dentária) poderá ser indicado algum procedimento cirúrgico para correção ou o uso de dispositivos intra-orais. Existem vários tipos de aparelhos para correções e tratamentos cuja indicação adequada deverá ser feita pelo pneumologista.

logo.embreve.png

DR. CESAR CASTELLAN

PNEUMOLOGISTA

CREMERS 18204 | RQE 8919

Prefere telefonar?

Clique aqui