Bubbles limpas

HIPERTENSÃO PULMONAR

O QUE É HIPERTENSÃO PULMONAR?

 

Hipertensão Pulmonar é o aumento da pressão nas artérias pulmonares, que saem do coração e levam o sangue para os pulmões, podendo ser ocasionada por inúmeras doenças. Quando a medida da PSAP (pressão sistólica na artéria pulmonar) estimada pelo ecocardiograma for maior que 35 mmHg sugere a probabilidade de Hipertensão Pulmonar. Esta probabilidade aumenta quanto maior for a medida da PSAP aferida pelo exame. Em alguns casos a confirmação definitiva só será possível através de um procedimento hemodinâmico invasivo chamado cateterismo cardíaco direito. Através deste procedimento um resultado de PMAP (pressão média da artéria pulmonar) maior que 20 mmHg, fecha o diagnóstico. 

QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS CAUSAS DE HIPERTENSÃO PULMONAR?

No grupo de Hipertensão Arterial Pulmonar, as causas podem ser:  hereditária, associada a determinados fármacos e toxinas, associada a doenças reumatológicas , ao vírus HIV, a doença cardíaca congênita com shunt e à esquistossomose. Outros grupos de doenças que podem desencadear hipertensão pulmonar secundária são as doenças cardíacas que envolvem o lado esquerdo do coração (causa mais comum), as inúmeras doenças pulmonares crônicas (DPOC, asma grave, fibrose pulmonar)  e distúrbios não pulmonares que provocam baixa oxigenação no sangue (como a apneia do sono e a hipopneia na obesidade por exemplo), além da tromboembolia pulmonar crônica. Importante ressaltar que alguns pacientes podem apresentar a associação de mais de uma causa desencadeadora de  hipertensão pulmonar.

QUAIS SÃO OS PRINCIPAIS SINTOMAS DE HIPERTENSÃO PULMONAR?

Em geral, os sintomas são decorrentes da doença de base que está causando a hipertensão pulmonar. Os sintomas principais são dispnéia (falta de ar) ou fadiga aos esforços, dor torácica, tonturas, desmaios , edema de membros inferiores (inchaço nas pernas) e cianose de extremidades (cor azulada na ponta dos dedos).

COMO É FEITO O DIAGNÓSTICO DE HIPERTENSÃO PULMONAR?

Os exames de investigação iniciais são a tomografia computadorizada de tórax e o ecocardiograma para aferir a pressão na artéria pulmonar e avaliar a função cardíaca. Às vezes, os sinais clínicos e de exame físico, associados aos achados de ecocardiograma e tomografia são suficientes para detectar algumas causas de hipertensão pulmonar. Em outros casos, é necessário prosseguir a investigação com exames mais complexos, incluindo cateterismo cardíaco direito e de imagem contrastados, como a angiotomografia de tórax e a cintilografia pulmonar bem como exames laboratoriais.  

 

QUAL É O TRATAMENTO PARA HIPERTENSÃO PULMONAR?

 

O O tratamento vai ser baseado na causa da hipertensão pulmonar. Nos casos de hipertensão pulmonar secundária ,decorrente de doenças do lado esquerdo do coração ou doenças pulmonares crônicas com alterações importantes na função pulmonar ou na oxigenação (como em alguns pacientes com DPOC e fibrose), o tratamento envolve controlar a doença principal e ofertar oxigênio, diuréticos e anticoagulantes caso necessário. Nos pacientes que se incluem no grupo de Hipertensão Arterial Pulmonar, existem medicações específicas que podem ser indicadas. Neste caso será necessário encaminhamento para um centro de referência. Seu pneumologista saberá orientar qual a melhor estratégia terapêutica para cada caso. 

DR. CESAR CASTELLAN

PNEUMOLOGISTA

CREMERS 18204 | RQE 8919

Prefere telefonar?

Clique aqui

CONSULTÓRIOS EM PORTO ALEGRE/RS:

24 de Outubro, 1681. Sala 301 e 302 - Moinhos de Vento. Tel. (51) 3333.2692 | WhatsApp (51) 99911.0395

Andradas, 1727. Sala 85 - Centro. Tel. (51) 3221.7574

  • icone_edited
  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco

© 2020 Dr. Cesar Castellan. Todos os direitos reservados.